A vida é uma missão - 26 de maio de 2018

A vida é uma missão!

Existem professores de yoga, terapeutas, astrólogos, que oferecem projetos de meditação para a pessoa conhecer o seu propósito de vida, a sua missão.

Chego hoje aos 70 anos carregando no peito o sentimento de estar percorrendo o caminho que o velho Boanerges traçou para os filhos. 
Saí de casa em 1968 para estudar e jogar futebol em Belém. Minha comunicação com a família era através das tradicionais cartas, substituídas que foram pelo celular. Que pena! 
Guardo boa quantidade de cartas da nossa família desde a data de 1941.

Quando completei 21 anos e alcançava a maioridade, ele me escrevia desejando saúde e dizendo: "Que sejas de maior em todos os atos de tua vida, e que esta vida te seja longa e feliz".

No início de janeiro de 1969 escrevi para ele para me vangloriar de que tinha passado "por mérito meu" no vestibular e que iria curtir o carnaval em casa. Sua resposta foi uma lição de vida para mim:

"Sobre tua vinda para o carnaval, eu tenho a te dizer que seria uma festa para todos nós, acontece que não deves te esquecer que és empregado novo do clube, e não deves forçar a jogada, calma e pontaria, a tua caminhada é grande e a tua responsabilidade é do mesmo tamanho"

Com relação a informação de que tinha passado no vestibular "por mérito meu" ele filosofou sobre a vida:

"Na carta dizes que vencestes por mérito teu. Certo, acontece que tem coisas que se pensa mas não se escreve. A humildade é uma virtude e ao mesmo tempo uma arma na qual deves te escudar para conquistares simpatia e boa vontade da parte de quem te observa e pode te ajudar. Se só é possível, imagina com ajuda".

O alfaiate, que não tinha o primário completo, foi meu astrólogo, terapeuta e professor de yoga ao mesmo tempo. 
Com ele descobri a minha missão, sigo em frente, sou feliz.

Encerro agradecendo aos amigos que me desejaram felicidades pelo face, whatsapp e celular, lembrando dos versos do Charlie Brown Jr na música Senhor do Tempo, que aproveito para homenagear meu pai Boanerges Lino Barbosa Sena, que partiu tão cedo, aos 56 anos, em 1974.

E vou vivendo o dia-a-dia 
Na paz, na moral, na humildade, busco só sabedoria
Aprendendo todo dia, me espelho em você 
Corro junto com você, vivo junto com você, faço tudo por você.

Sinto muito a sua falta pai! Para lembrar sempre do seu nome, com a colaboração da Rute criamos o ICBS - Instituto Cultural Boanerges Sena, fundado no dia 23 de setembro de 1981, dia do seu aniversário.

Alegre, feliz, ao lado da família e dos amigos, hoje inicio a caminhada rumo aos 80




Comentários

Escreva um Comentário